Na prática é muito diferente

Se eu tinha certeza de que queria morar junto com meu namorado? Sim! Com certeza sim.
A gente sempre falava sobre morar junto e, se parar para pensar com calma, era eu quem mais tocava no assunto. Eu tinha até um pouco de raiva quando ele cogitava morar com um amigo, por exemplo. Até que um dia eu falei “Saulo, você não vai querer morar comigo então?!”.
Desse dia em diante, as coisas mudaram e eu acredito que tenha sido porque ele percebeu que era pra valer. Até então podia ser um plano que eu não tinha pressa para que se tornasse realidade. Inclusive, ele acreditava que eu não teria coragem de sair de casa e deixar de morar com a minha mãe (falei sobre isso no post anterior).
Olhando uns apartamentos aqui, nos preocupando com fiador e contrato ali… E assim, do nada, sem aviso ou qualquer tipo de sinal, surgiu uma oportunidade. Um amigo ofereceu um apartamento. Nem cogitamos porque estava caro e seria muito precipitado. Fomos viajar, tiramos férias. Voltamos e a oferta ainda estava de pé, mas com um valor mais razoável. Era possível, daria para fazer, mas eu tinha que tomar uma decisão rápida: vamos ou não vamos nos mudar?
Topei. Nem cogitei recusar. Senti as borboletas no estômago. Era ansiedade, insegurança e… medo! Eu fiquei com um medo muito esquisito. Foi rápido. De repente tínhamos chaves, alguns móveis e até alianças. Não acho que foi crise. Hora nenhuma eu questionei meu amor ou vontade de fazer isso dar certo. Eu só, sei lá, congelei.
Quando os planos saíram do papel de forma tão avassaladora, comecei a me preocupar se daria conta e tive medo de dar errado, de ter que voltar para casa da minha mãe com o rabo entre as pernas, envergonhada e extremamente decepcionada. Barão Vermelho, na música “Cara a cara”, descreveu de forma bem real o que eu não queria que acontecesse. Não quero ver ele indo embora e perceber que tudo o que sonhei acabou.
Mas o medo congela a gente e já me fez perder muitas oportunidades. Não vou, de forma alguma, deixar ele acreditar que estou com dúvidas porque eu sei o que quero e, nesse momento, é me jogar nessa experiência que tem tudo para ser difícil, incrível e nossa.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s